13 de jan de 2010

A tarde, o vento e o mar...

Acabei de chegar da praia. Ai, como eu precisava ver e sentir o mar. Ouvir sua brisa e suas ondas explodindo em mim. Me sinto revigorada e com vontade de ficar por lá eternamente. Para mim, que moro em uma cidade não litorânea e fria, a praia é um lugar mágico. A areia e seus búzios, siris e estrelas-do-mar me fascinam. A tarde caia e eu ia caminhar até as pedras. Morri de vontade de andar de ultra-leve, mas infelizmente não andei. Mas valeu a pena só por ter visto o mar. O mar, tão grande e temeroso, mas que me faz tão bem.

E como praia me lembra Bossa Nova, aqui está uma canção que gosto muito:

O BARQUINHO
Composição: Roberto menescal/Ronaldo Boscoli

Dia de luz, festa de sol
E o barquinho a deslizar
No macio azul do mar
Tudo é verão, o amor se faz
Num barquinho pelo mar
Desliza sem parar...
Sem intenção, nossa canção
Vai saindo desse mar e o sol
Beija o barco e luz
Dias tão azuis
Volta do mar, desmaia o sol
E o barquinho a deslizar
E a vontade é de cantar
Céu tão azul, ilhas do sul
O barquinho é o coração
Deslizando na canção
Tudo isso é paz, tudo isso traz
Uma calma de verão
E então
O barquinho vai, a tardinha cai
O barquinho vai, a tardinha cai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu digo o que condiz, eu gosto é do estrago.